sexta-feira, 18 de junho de 2010

Sonho


Adormecia dentro do meu coração um sonho que me tirava o sossego, faltava alguma coisa que me fizesse acordar feliz, que me tirasse os pés do chão, alguém que estivesse ao meu lado para me aquecer em noites frias ao invés de um cobertor quente e macio, desejava que meus lábios sentisse o beijo úmido de outro beijo, para substituir aquele beijo tímido tantas vezes ensaiado no espelho.
Caminhava a passos esperançosos, na intenção de fixar meus olhos em uma unica direção, a qual você estaria, após o encontro poder olhar para trás e  ver alguém indo embora, após olhar para trás ao me ver indo embora também e sentir que ali naquele momento, alguém sentiria falta de mim, que segurasse minhas mãos, que me carregasse nos braços para não sentir o chão ou para minha proteção.
Concentrada no meu mundo real que era onde minha vida acontecia, mas fascinada pelo faz de conta de desejos até então, inacessíveis.
Em busca de abrigo, em busca de Amor.
Você chegou, em carne e osso totalmente real, tão certo quanto o nascer do sol, não havia mais motivos para sonhar, quando vislumbrei meus desejos ao seu lado a entrega se tornou inevitável, me tornei completamente vulnerável à você.
O Amor se tornou cama onde a gente dorme,deitada me viro para o lado e não abraço mais o travesseiro, sinto seus braços fortes me envolverem por cima dos meus seios ,enlaçando meus braços lenta e calmamente, em busca de aconchego.
Seu corpo se arruma, se coloca, se encaixa, sensações, percepções e sentidos, seu corpo junta-se ao meu feito Concha, me torno Pérola.





2 comentários:

Grafite disse...

uma busca incessante pelo amor!
lindo lindo lindo...

beiijo
*.*

Filipe Costa disse...

Lindo texto,profundo!
É tão bom tá perto de quem amamos...
Uma ótima semana!
Um abraçooo!